← voltar

Blog Vematech

30
JUN
2020
Notícias

Como a automação industrial impulsionou a indústria?

A automação industrial pode ser definida como a aplicação de tecnologias de ponta, como softwares, hardwares, inteligência artificial e robótica, dentro dos processos produtivos da fábrica, com o intuito de melhorar a autonomia de fabricação, reduzir os esforços humanos e melhorar os resultados.

O artigo de hoje vai falar mais de como a automação industrial impulsionou a indústria e colaborou com a melhoria de resultados. Acompanhe mais!

O que é automação industrial?
Não é de hoje que várias máquinas e equipamentos são responsáveis por alterações das indústrias.
Desde a Primeira Revolução Industrial, em meados de 1760, a máquina a vapor já era uma espécie de tecnologia capaz de tornar a produção mais ágil, colaborando para o crescimento da produtividade.
Mas foi a partir do século XX, que os computadores, servomecanismos e controladores programáveis passaram a fazer parte do dia a dia das fábricas e, por esse motivo, esses equipamentos são considerados a base da automação industrial contemporânea.
Atualmente, existem empresas de automação industrial especializadas, que acompanham as tendências tecnológicas, permitindo a criação de redes de comunicação entre os equipamentos, em sistemas integrados de inteligência.
Dessa forma, é possível melhorar ainda mais otimização de processos, ter foco na produtividade e introduzir inovações de tecnologia e métodos nunca antes imaginados na indústria, contribuindo para resultados de excelência, no que se diz respeito à fabricação de produtos ou prestação de serviços.
Portanto, a automação industrial se tornou indispensável para todos os tipos de indústrias, oferecendo uma vantagem competitiva e contribuindo para o sustento humano.
Afinal de contas, muitos trabalhos, como o de um fábrica de esquadrias de alumínio, são fundamentais ao progresso em sociedade.
Ou seja, as indústrias assumem um papel de suma importância no desenvolvimento humano, que vai além da fabricação de materiais, mas também engloba a geração de emprego, conhecimentos tecnológicos, entre outros.
Nesse sentido, a automação industrial impulsiona a produção, acompanhando as mudanças de atuação, imersa em inovações disruptivas, estabelecendo novos padrões de eficiência e trazendo inúmeras vantagens para o segmento fabril.

3 vantagens da automação industrial para as fábricas

Atualmente, a automação industrial se baseia na implantação de sistemas ciber-físicos, responsáveis por controlar os processos produtivos materiais e pelo gerenciamento das tomadas de decisão, de forma descentralizada, ágil e com o mínimo de erros.
Por meio da chamada Internet das Coisas (IoT), as máquinas ganharam capacidade de “diálogo” entre elas, sendo capazes de enviar informações em tempo real para gestores e supervisores, tornando, por exemplo, os serviços de usinagem otimizados, inteligentes e com altos ganhos competitivos (como lucratividade, diminuição de perda material, etc).

Abaixo, confira algumas das principais vantagens da automação industrial para as fábricas.

1 - Ajuda a superar momentos de crise
As indústrias visam se tornar cada vez mais flexíveis e adaptáveis às tendências do mundo dos negócios, ao mesmo tempo em que buscam superar desafios.
Até porque, há inúmeros fatores que podem prejudicar a lucratividade, como:

-Instabilidade do mercado;
-Aumento da demanda global;
-Criação de produtos de alta complexidade;
-Diminuição da vida útil de alguns itens.

Com isso, a automação industrial tem como objetivo superar os desafios em momentos de crise, com ações de digitalização, otimização do processo e sistemas produtivos inteligentes, que permitem que as fábricas usem essas informações digitais para propor novas soluções.
Dessa maneira, os fornecedores de tubos de aço, por exemplo, podem avaliar se não é o momento certo para se reinventar, propor novos materiais, ou até mesmo modificar o seu modelo de negócio.

2 - Menores custos de produção
A automação industrial interfere positivamente nos custos de produção, reduzindo o desperdício de matéria-prima, gerenciando o tempo de fabricação de produtos e, além disso, diminuindo a necessidade de mão de obra.
Vale dizer que a probabilidade de uma tarefa não ser feita de modo correto é muito menor, especialmente em comparação a um colaborador humano. Por isso, há menor necessidade de retrabalho, algo que também contribui para minimizar gastos.

3 - Maior flexibilidade de produção
A automação industrial permite a criação de uma linha de montagem rápida e programável. Como consequência, é possível investir em uma produção just in time, quer dizer, somente quando houver encomendas.
Assim, tem-se uma produção mais enxuta, evitando o acúmulo de materiais excedentes da produção, algo que é significativo para a lucratividade das fábricas.

Conclusão

A modernização das linhas de produção é algo que vem ocorrendo desde a Primeira Revolução Industrial.
Com o passar do tempo, em conjunto com o aprimoramento científico e tecnológico, foi possível melhorar ainda mais a produtividade, com a introdução de inovações únicas.
Nesse sentido, a automação industrial impulsiona as fábricas ao melhor desenvolvimento, contribuindo não só com o aumento de produção, mas todos os processos de gerenciamento, para um trabalho muito mais eficiente, com foco em melhores resultados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog fornecedores de tubos de aço, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.
Compartilhe:

SOBRE NÓS
Caxias do Sul – RS
(54) 99982-5533
vematech@vematechmanutencoes.com.br
© Copyright 2019 Vematech - Caxias do Sul - RS | Todos os direitos reservados | Website desenvolvido por Gabriel Isoton